Por que você deve ter um chatbot no WhatsApp da sua empresa e como fazer isso

Descubra como fazer um chatbot de WhatsApp, com todas as integrações inteligentes que a sua empresa precisa. Confira a leitura!
Como fazer um chatbot

Não é novidade que o WhatsApp já é um dos principais canais de comunicação entre empresas e clientes. E você, muito provavelmente, já vendeu ou comprou usando a ferramenta. Se a sua empresa e o seu time não está falando com seus clientes pelo WhatsApp, você deve se apressar!.

A grande maioria das empresas que já atua neste canal percebeu que o volume de pessoas e mensagens é muito maior do que em outros canais. Isso porque, para o cliente, é muito mais fácil e rápido se comunicar pelo aplicativo.

Não se pode deixar de responder ninguém, pois além de refletir negativamente na experiência do cliente, isso também vai impactar diretamente o seu negócio. Neste momento, uma das melhores opções é automatizar o atendimento com chatbots.

Se você ainda tem alguma dúvida se isso faz sentido para a sua empresa, veja neste post 5 razões que podem te ajudar a tomar uma decisão.

Me acompanhe!

1. Chatbots reduzem custos de atendimento

A folha de pagamento é um dos maiores investimentos de uma empresa e no Brasil encargos trabalhistas são ainda mais pesados.

Fazer todo esse investimento para formar um time que vai acabar respondendo atendimento mais simples e repetitivos acaba virando um desperdício além de a médio/longo prazo acabar frustrando seus profissionais por não desenvolvê-los.

2. Chatbots podem responder boa parte das suas demandas repetitivas

Quantas vezes os seus agentes respondem as mesmas coisas todos os dias? Os bots automatizam tarefas rotineiras, simples e repetitivas, e deixe para seus agentes questões mais complexas que requerem um toque humano, além de dar velocidade e evitar que seus clientes fiquem respostas.

3. Chatbots trabalham 24 horas por dia, 7 dias por semana

Faz parte de uma excelente experiência ao cliente estar disponível sempre que eles precisarem. Com chatbots isso é possível!

Os chatbots de atendimento podem responder às perguntas dos clientes quando sua equipe de atendimento ao cliente não está disponível.

Assim, os clientes obtêm respostas imediatas, a sua empresa poupa dinheiro reduzindo os turnos noturnos e feriados e os seus agentes ficarão mais satisfeitos com um melhor horário de trabalho.

4. Chatbots ajudam os clientes a resolver os problemas por conta própria

Com certeza os seus clientes que precisam tirar dúvidas ou ter algum suporte tentaram resolver seus problemas sozinhos.

Os bots podem atuar como base de conhecimento, fornecer informações, responder perguntas mais frequentes e dar aos clientes os dados que eles precisam para resolver os seus problemas.

Usando chatbots para atendimento ao cliente, você pode criar um portal de autoajuda interativo para seus clientes, reduzindo a necessidade de entrar em contato com seu suporte para perguntas simples.

Para que tudo isso funcione bem, é preciso entender a necessidade de integrar o seu número de WhatsApp a um chatbot. Mas lembre-se: sempre ofereça a opção de contato com um agente humano.

Como criar um chatbot?

Já entendemos o porquê usar um chatbot e como ele pode agilizar atendimentos e vendas, agora como criamos um chatbot? É um processo muito simples, vamos usar a Octadesk para fazer isso!

Dentro das configurações na Octadesk temos o Chatbot (robô para sites) e o Whatsbot (para WhatsApp). Nesse caso vamos usar de exemplo o Whatsbot.

Já na primeira tela, você pode optar por escolher um bot pronto para qualificação de contatos. Você pode usá-lo como base ou criar o seu próprio chatbot do zero:

Os chatbots na Octadesk são criados por etapa, então é preciso primeiro entender qual o problema que estamos tentando resolver. Depois de já termos isso em mente, podemos começar a criar as etapas.

Primeiro, precisamos cumprimentar nosso cliente, certo? Então, criamos uma etapa do tipo “Mensagem de texto”, que é exatamente o que o nome diz.

Uma coisa muito legal que a Octadesk nos proporciona é inserirmos “Campos da conversa”, onde podemos acessar as informações do cliente que estamos conversando.

Caso ele seja um novo cliente, vamos usar um jeito diferente de abordá-lo, como por exemplo perguntar qual o nome dele. Para perguntarmos o nome dele precisamos de uma etapa do tipo “Resposta com digitação”, para o bot entender que a próxima mensagem será atribuída ao nome do contato.

Agora eu gostaria de perguntar ao cliente com qual setor da minha empresa ele quer conversar… mas como eu consigo fazer isso? É simples, vamos usar a etapa do tipo “Resposta com opções” para isso!

Podemos criar opções para o cliente selecionar além de poder salvar a resposta dele e também respondê-lo caso ele digite algo que não é uma opção!

A Octadesk também possui um tipo de etapa mais completa para quem quer fazer integrações poderosas usando as superintegrações. Vamos aprender como criar uma?

Primeiramente, nesta etapa precisamos escolher o que queremos fazer: buscar ou consultar uma informação (GET), enviar uma nova informação (POST) ou atualizar uma informação (PUT).

Depois, precisamos definir com qual serviço faremos essa integração. Nesse caso, vamos utilizar como exemplo o site ViaCEP). Abaixo podemos personalizar os dados que vamos pegar, como Path, Params, Header e Body (em caso de POST e PUT apenas).

Com o Path você envia as informações que precisa na própria URL da aplicação, assim, ela será modificada com base nos campos de conversa que você está usando, então uma URL que é assim: https://viacep.com.br/ws/01001000/json vai ficar assim: https://viacep.com.br/ws/#cep-contato/json.

No exemplo abaixo estamos incluindo na URL o campo de conversa #cep-contato que foi preenchido pelo usuário durante a conversa com o bot.

Ao usar o Params, você também envia as informações na URL da aplicação, mas aqui ela se comunica de outro jeito, informando o nome e o valor de cada chave que você está usando.

Mas o que é uma chave e um valor? Pense na chave como uma caixa e o valor como o conteúdo dessa caixa. A chave serve para guardar e entregar o conteúdo (valor) para o sistema que você escolheu, assim: https://www.urldosistema.com/?cep=#cep-contato.

No exemplo acima o nome da nossa caixa (chave) é “cep” e o conteúdo (valor) dela é um campo de conversa onde o seu bot salvou o CEP do seu visitante. Você pode inserir quantas chaves quiser, mas todas elas devem ter os valores informados, caso contrário sua integração retornará um erro.

O Header é bem parecido com o Params, mas aqui ele envia as informações no cabeçalho da sua requisição. É o Header que você vai usar quando o seu sistema pedir que você informe um número de identificação, fornecido por ele, antes de começar a trocar informações com seu bot.

Se o sistema o qual o seu chatbot irá se comunicar exige que as informações sejam enviadas no corpo da sua requisição, você vai precisar usar os parâmetros Body, e inserir essas informações via código JSON.

O Octadesk também nos fornece opções para testar a integração e também oferece opções caso a integração encontre algum erro:

Também temos 3 outros tipos de etapas que são: “Mensagem de Encerramento” é a mensagem de finalização do atendimento, “Enviar um arquivo” que envia fotos, vídeos, etc para o seu cliente e “conecte a um humano” para atribuir a conversa para algum agente online!

O sistema Octadesk proporciona você a usar a criatividade para criar bots que podem fazer muita coisa, como automatizar atendimento ou qualificar melhores contatos.

E aí, vamos configurar o seu bot agora? Clique no banner e crie sua conta gratuita no Octadesk.

Artigo criado pelos Ocstars Felipe Marques e Jean Lima

Você também vai gostar de ler outros artigos sobre WhatsApp:

Formas de abordar um cliente pelo WhatsApp
5 dicas para o WhatsApp de lojas
Como fazer divulgação no WhatsApp
Razões para migrar para o WhatsApp Business API
Como automatizar o WhatsApp Business
Como migrar para o WhatsApp Business
Como colocar o botão do WhatsApp no site
Estratégia de WhatsApp para hotéis
Escalar a empresa com o uso do WhatsApp
Conversas no WhatsApp: o que inserir em um bot 

Você pode gostar também