DrogaVet e o aumento de 100% nas conversões com Octadesk

Conheça como a DrogaVet conseguiu um aumento de 100% nas conversões depois de usar o Octadesk com os times de atendimento e vendas.

Dois cachorros enrolados em um cobertor.

A DrogaVet é uma empresa pioneira, líder e a maior rede de farmácia de manipulação veterinária do Brasil.

Mas durante o seu crescimento, a rede percebeu que tinha que organizar seus canais de atendimento para atender a todos os clientes com excelência.

Principal problema: baixa conversão em vendas

Muitos clientes chegavam até a empresa, mas nem todos conseguiam ser atendidos devido à alta demanda nos canais digitais.

A DrogaVet precisava ter um atendimento rápido e eficiente via WhatsApp, que conseguisse atender a todos. Ao mesmo tempo, precisava reduzir custos – então contratar mais pessoas não era uma opção.

A solução: utilizar bots na interação com clientes e padronizar o atendimento

A organização dos processos e a centralização do atendimento eram necessárias para que o time conseguisse dar conta da demanda.

Com o Octadesk, foi possível padronizar o atendimento através de mensagens prontas, que aceleram o processo de resposta do atendente, e ainda contar com o apoio de bots: assistentes virtuais que atendem o cliente através de conversas, sem a ajuda de um ser humano por trás.

Isso aumentou a produtividade, reduziu o tempo de atendimento e possibilitou a comunicação em tempo real entre o PDV e o cliente.

Resultados:

Depois da integração com o Octadesk, em 3 meses a DrogaVet conseguiu:

  • O dobro do volume de conversas respondidas
  • Aumento de 100% na conversão de contatos em vendas nas franquias

Confira o depoimento de Viviane Delponte, Gestora Comercial da DrogaVet:

“Aumentamos em 100% a conversão de contatos em vendas nas franquias da DrogaVet. E dobramos também nosso volume de conversas respondidas. Isso foi possível graças aos chatbots, que nos ajudaram a dar vazão à crescente demanda, e à organização do sistema, que nos ajudou a padronizar o processo comercial.”

 

Você pode gostar também

Você também vai gostar de ler