Autoatendimento com chatbots: saiba como oferecer uma boa experiência

Quer oferecer uma experiência incrível de autoatendimento com chatbots para os seus clientes? Clique aqui e saiba como criar do zero!

Sua empresa está em fase de adaptação às novas tendências e costumes do novo consumidor? Então, você provavelmente está buscando formas de oferecer a melhor experiência de autoatendimento via chatbot para o seu cliente.

Eliminando fricções e tornando processos mais práticos, o autoatendimento é uma vantagem para clientes e atendentes que desejam tornar a operação de atendimento mais eficiente.

E quando falamos em autoatendimento, estamos nos tratando de uma etapa do cliente onde uma boa experiência será marcante para sua jornada, encantando e fidelizando clientes com uma solução prática, acessível e adequada para sua empresa.

Me acompanhe e boa leitura!

  • Vantagens do autoatendimento para sua empresa
  • Vantagens do autoatendimento para os clientes
  • Como fazer integrações em seu chatbot
  • Como usar automação de WhatsApp para atendimento
  • Vantagens do autoatendimento para sua empresa

    Serão muitas as vantagens do autoatendimento através de um chatbot para a sua empresa. Entre elas está a possibilidade de se destacar no mercado, agradar e fidelizar clientes.

    Confira os outros benefícios do autoatendimento para a sua empresa:

    Redução de custos

    Além de satisfatória, a experiência também é mais barata, já que ele consegue o que precisa sem a necessidade de ser guiado por alguém da sua equipe. Esse benefício passa a ser fundamental para empresas que precisam escalar suas operações, pois permite aumentar o número de atendimentos sem exigir o aumento da equipe.

    Aumento de produtividade

    Parte considerável das dúvidas dos clientes pode ser resolvida de maneira ágil, reduzindo os chamados de suporte e as necessidades do atendimento tradicional. Ao diagnosticar esses cenários você pode desenvolver ferramentas que ajudem seus clientes a resolverem sozinhos suas dúvidas ou dificuldades.

    Enriquecimento de dados

    Conhecer o seu consumidor é fundamental, ainda mais considerando a grande quantidade de informações deixadas pelos clientes em diferentes estágios da compra. Organizar esses dados é fundamental para entender comportamentos e mapear hábitos de consumo de seus clientes.

    Ilustração de um celular com chat aberto.

    Vantagens do autoatendimento para o cliente

    Segundo o estudo da State of the Connected Customer, para 80% dos consumidores, a experiência de compra e atendimento oferecida por uma empresa tem a mesma importância que a qualidade de seus produtos e serviços. O autoatendimento colabora muito para a riqueza dessa experiência.

    Tudo o que possibilita que o cliente execute alguma ação sem precisar de terceiros, em primeiro momento, é considerado autoatendimento. Desde pedir um lanche em um totem de fast-food até pedir uma 2ª via de boleto para um chatbot. Sim, um robô também pode fazer isso perfeitamente!

    Essa opção, também chamada de atendimento inteligente, é válida para poupar o consumidor moderno do que mais o assombra: maior tempo de espera e burocracias. Além de satisfazer os clientes, o autoatendimento pode poupar a equipe de tarefas e ações que podem ser mais simples e rápidas com a ajuda da tecnologia.

    Ao disponibilizar o autoatendimento com chatbots, resta que a empresa tenha criatividade para que esse atendimento se torne uma experiência excelente para o cliente. Avaliando o que faz mais sentido para o seu segmento e o seu público, existe uma gama de coisas que você pode fazer para melhorar a experiência dos clientes com o autoatendimento.

    Com os chatbots, existem muitas possibilidades – e todas elas serão úteis para escalar o autoatendimento, empoderar o cliente e ajudar a equipe no direcionamento. Para isso, é preciso criar um chatbot rico de experiências para cada etapa que o cliente esteja.

    Seja no texto, nos caminhos, e nas implementações do chatbot, tudo irá contribuir para essa experiência. Veja quais quais opções de autoatendimento com chatbots você pode considerar:

    Base de conhecimento

    É assim que chamamos a base de respostas para as perguntas frequentes dos clientes. Reúna os assuntos mais abordados durante os atendimentos e crie artigos objetivos para sanar as dúvidas dos consumidores.

    Com o chatbot, você pode linkar a sua página da base de conhecimento ou inserir as perguntas em um menu para o cliente optar por ver uma resposta específica.

    Mas lembre-se: com link ou base de conhecimento inserida no próprio chatbot, você sempre deve oferecer a opção de atendimento direto com um atendente humano.

    Integração com outros sistemas

    Com as integrações, o seu bot pode ser conectado com outras ferramentas utilizadas na sua empresa por meio da API (Interface de programação de aplicações), um meio de interação entre duas plataformas.

    Com isso, você pode conectar o chatbot a um sistema de CRM para atualizar automaticamente os leads e qualificá-los, sistemas que rastreiam objetos/compras, serviços financeiros para emissão de 2ª via de boletos, agendamentos, e outras diversas possibilidades de ferramentas que façam parte do seu dia a dia.

    Confira 7 momentos em que você deveria utilizar um autoatendimento

    Integrar o seu bot a outros sistemas é fundamental para que você consiga implementar um autoatendimento de sucesso. Além de permitir a autonomia do cliente, a sua empresa entrega uma conversa rica, automatizada e otimizada.

    Muitos podem pensar: “Mas eu preciso de um programador para fazer tudo isso?”. A resposta é não. Todas as integrações podem ser feitas por você mesmo por meio de um sistema intuitivo, responsivo e rico: o Octadesk!

    Além das superintegrações, o sistema também conta com as regras de direcionamento, que torna o chatbot mais inteligente que analisa o conteúdo da informação, como texto, data, número e opções de sim, não, ou nulo.

    Com isso, essas regras de direcionamento fazem comparações entre uma informação e um valor referência ou com alguma outra informação presente na conversa. Após essa etapa, o sistema segmenta a conversa de acordo com as análises feitas. Incrível, não?

    Está pronto para testar essa funcionalidade e ver a mágica que elas podem fazer com suas conversas? Veja a seguir como fazer uma superintegração em seu chatbot.

    Como fazer integrações em seu chatbot

    1º passo: Crie uma conta grátis por 7 dias no Octadesk.

    2º passo: Para criar uma integração com chatbot para site, vá em: Configurações > Chat > Chatbot. Caso o bot seja para WhatsApp, vá em: Configurações > WhatsApp > WhatsBot.

    3º passo: Clique em Criar um bot.

    4º passo: Crie uma nova etapa para o bot e selecione “Integrar a outro sistema”.

    5º passo: Agora você precisa definir um método, ou seja, como a integração será usada pelo bot. Existem três opções de comportamento:

            • buscar/consultar dados em um sistema e exibi-los ao seu visitante
            •  usar as informações dadas pelo seu visitante para atualizar o sistema
            • criar uma nova entrada no sistema com essas informações

     

    6º passo: Após escolher o método, você precisará inserir a URL do sistema que você deseja integrar. Por exemplo, abaixo estamos integrando o bot com o sistema dos Correios, cujo link é: https://viacep.com.br/ws/01001000/json.

     

    7º passo: Agora, você definirá os parâmetros da integração – ou seja, as informações que o bot vai enviar para a URL integrada.

    8º passo: Com o Path você envia as informações que precisa na própria URL da aplicação, assim, ela será modificada com base nos campos de conversa que você está usando, então uma URL que é assim: https://viacep.com.br/ws/01001000/json vai ficar assim: https://viacep.com.br/ws/#cep-contato/json.

    No GIF abaixo você pode ver como estamos incluindo na URL o campo de conversa #cep-contato que foi preenchido pelo usuário durante a conversa com o bot.

    9º passo: Em Params, você também envia as informações na URL da aplicação, mas aqui ela se comunica de outra forma – informando o nome e o valor de cada chave que você está usando.

    Pense na chave como uma caixa e o valor como o conteúdo dessa caixa. A chave serve para guardar e entregar o conteúdo (valor) para o sistema que você escolheu, assim: https://www.urldosistema.com/?cep=#cep-contato.

    No exemplo abaixo, o nome da nossa caixa (chave) é “cep” e o conteúdo (valor) dela é um campo de conversa onde o seu bot salvou o CEP do seu visitante. Você pode inserir quantas chaves quiser, mas todas elas devem ter os valores informados, caso contrário, poderão ocorrer erros na integração.

    10º passo: O Header é bem parecido com o Params, mas aqui ele envia as informações no cabeçalho da sua requisição.

    É o Header que você vai usar quando o seu sistema pedir que você informe um número de identificação, fornecido por ele, antes de começar a trocar informações com seu bot.

    11º passo: Se o sistema com quem seu bot vai se comunicar exige que as informações sejam enviadas no corpo da sua requisição, você vai precisar usar os parâmetros Body, e inserir essas informações via código JSON. Essa parte é muito importante para o sucesso da sua integração.

    Potencialize o seu bot e ofereça a melhor experiência

    Se a sua intenção era agradar clientes, oferecer um atendimento rápido e eficiente e se destacar entre a concorrência, integrando o seu chatbot com outros sistemas será um caminho essencial até os resultados desejados.

    E o melhor de tudo: esse meio não é inacessível e pode ser configurado dentro de poucos passos, como você já viu.

    Mal pode esperar para começar a disponibilizar a melhor experiência de autoatendimento no mercado? Então, não perca tempo e crie sua conta grátis no Octadesk agora mesmo. Ah, e qualquer dúvida que surgir, entre em contato com chat do Suporte dentro do próprio sistema. Será um prazer te ajudar!

    Você pode gostar também