Como vender no Instagram: o guia mais completo que você vai ler na internet

Neste artigo você vai descobrir como criar perfil, como ganhar seguidores no Instagram, quais ferramentas para usar em conjunto e como vender no Instagram.
Como vender no Instagram

Você já pensou no tanto de pessoas que a sua empresa pode alcançar no Instagram? Hoje, o Instagram é a rede que possui 106.500 milhões de brasileiros todos os dias. Isso fez do Brasil o terceiro país com maior número de usuários conectados em 2021, de acordo com a NapoleonCat. Quanta coisa, não?

E não para por aí. O Instagram se tornou a 2ª rede mais utilizada por empresas brasileiras, segundo a Content Trends.

Se existe tanta gente consumindo conteúdo nesta rede, então, é importante que as empresas saibam também como vender no Instagram e criar relacionamentos sólidos com seus clientes. E é sobre isso que você vai ler por aqui: como configurar um perfil profissional, como criar uma base de seguidores, ferramentas que vão ajudar a divulgar o conteúdo e falar com clientes e como vender no Instagram.

Vamos nessa?

Como usar o Instagram no seu negócio

Não dá para responder à pergunta “Como vender no Instagram” sem mostrar a você como criar um perfil para sua empresa. Para isso, o primeiro passo a ser seguido é a criação de uma conta. Se sua empresa tiver uma conta no Facebook, é importante conectá-las para que mais usuários fiquem sabendo da nova página do Instagram.

Ao criar sua página no Instagram, você deve escolher a categoria “Business” ou “Negócios”, porque dessa forma, seu perfil terá métricas para serem analisadas posteriormente. Caso seu perfil ainda não esteja nesta categoria, vá para Opções > Conta > Mudar perfil para o comercial.

Checklist para seu perfil comercial no Instagram

Tanto na criação do perfil quanto nos demais passos, é essencial que você tenha em mente uma coisa: facilitar a vida dos usuários e clientes. Portanto, ofereça informações completas para que sua empresa seja contatada sem nenhuma dificuldade.

1. Escolha um @ de preferência com o nome da empresa ou que seja idêntico às demais redes sociais. Por exemplo:

  • instagram.com/octadesk
  • facebook.com/octadesk
  • twitter.com/octadesk

Se o nome do perfil já estiver sendo utilizado, busque alternativas com palavras, e não números. Por exemplo:

  • nomedaempresa.oficial
  • nomedaempresa.pra.voce
  • nomedaempresa.com.br

2. Lembre-se de colocar o nome da empresa também

3. Coloque o logo da empresa como foto

4. Escreva uma breve descrição do que a empresa é ou faz

5. Insira um link que mostre um pouco mais da sua empresa

Se você tiver mais de um link que queira divulgar, é possível usar um serviço que agregue mais links em um só. Nesse link você pode disponibilizar links do site, do WhatsApp, de um material de Marketing, de um podcast, de um post do seu blog etc.

Um dos mais conhecidos é o Linktree, que possui serviço gratuito. No entanto, se você quiser análises mais detalhadas de cliques em cada link, será necessário uma assinatura paga.

O que é necessário para criar conteúdos que engajam

Uma coisa é certa: uma imagem vale mais do que mil palavras no Instagram. Por isso, se você não focar em postar apenas fotos e imagens de boa qualidade, não vai atrair pessoas para o perfil.

Tamanho das imagens

Perfil

  • Tamanho mínimo: 110 × 110 pixels;
  • Tamanho padrão: 720 x720 pixels.

Feed

  • Quadrado/Carrossel: 1080 x 1080 pixels;
  • Horizontal: 1080 x 566 pixels;
  • Vertical: 1080 x 1350 pixels.

Vídeo do feed

  • Duração do vídeo: até 60 segundos (em formato .MP4 ou .MOV);
  • Tamanho máximo do arquivo: 4GB;
  • Quadrado/Carrossel: 1080 x 1080 pixels;
  • Horizontal: 1080 x 566 pixels;
  • Vertical: 1080 x 1350 pixels.

Imagem dos Stories 

  • Tamanho padrão: 1080 x 1920 pixels.

Vídeo dos Stories

  • Resolução: 1080 x 1920 pixels;
  • Limite: 15 segundos (se o vídeo for maior, ele será dividido em várias partes de 15 segundos até completar a sequência)

GIF nos Stories 

  • Mesmas medidas de vídeo, porém, arquivo salvo na extensão .GIF;
  • Tamanho do arquivo: até 1,5 MB;
  • Duração de 3 segundos.

Vídeo do IGTV

  • Resolução: 1080 x 1920 px na proporção 9:16 ;
  • Limite: de 1 a 60 minutos;
  • Imagem da capa: 420 x 654 px na proporção 1:1.55.

Vídeo do Reels

  • Resolução: 1080 x 1920 px na proporção 9:16 ;
  • Limite: até 30 segundos.

Atenção: o primeiro número é referente à largura e o segundo, à altura.

Objetivo das postagens

A regra de ouro para o Instagram é entregar valor. Ou seja, não faça posts só porque é a rede social do momento. Por isso, você deve saber qual é o objetivo de ter um perfil da empresa no Instagram: conquistar mais fãs para a marca? Oferecer suporte? Realizar vendas? Engajar os usuários?

Enfim, independente de ter uma conta nova ou antiga, pense sempre no funil de vendas no Instagram. Ou seja, pensar em tipos diferentes de conteúdo de acordo com a fase da jornada de cada usuário. É importante também ter em mente o que se deseja alcançar com esses posts. Depois, pensar no que fazer para atingir esses objetivos.

Calendário de conteúdo

No Instagram, as postagens de conteúdo não devem acontecer por acaso. O ideal é que se tenha um calendário onde você vai determinar quais tipos de conteúdos irão ao ar.

calendário de posts no Instagram

Para começar, você deve separar os assuntos que vai falar por categoria e distribui-los durante a semana. A ideia é que você tenha um dia específico para cada tipo de post. Veja algumas ideias de tipos de post:

  • Comemorar datas especiais. Veja lista de datas comemorativas de 2021 aqui.
  • Mostrar bastidores da empresa
  • Responder dúvidas do seu nicho
  • Falar sobre curiosidades do seu produto ou serviço
  • Mostrar seu produto sendo utilizado
  • Compartilhar a história sobre sua marca
  • Mostrar mimos que são enviados com seu produto
  • Criar uma montagem com depoimentos de clientes
  • Compartilhar vagas na sua empresa
  • Criar frases de inspiração

Enfim, a lista é grande. Veja 31 dicas de postagens para o Instagram criadas pelo time do Elo7.

Dica: fique de olho nos melhores dias e horários para postar conteúdo. Se ainda não sabe quais são, vá testando para entender o que melhor funciona com seu público.

Estilo de publicação

Tenha um estilo próprio de publicação, sempre respeitando a identidade visual que sua marca adotou. Use elementos que façam o usuário identificar sua marca até olhando apenas o perfil. E claro, sempre pensando na harmonia de todo o seu feed.

Textos dos posts

O Instagram permite até 2.200 caracteres no texto que acompanha as imagens, porém, escreva somente o essencial e de forma objetiva. Afinal, o foco da rede são as imagens e não os textos.

Ah, vale lembrar também que você deve padronizar a linguagem do Instagram para que sua marca seja reconhecida. Incentive novas conversas nos comentários e sempre interaja com o público.

Fotos de pesssoas

Um estudo feito por Dan Zarella, um pesquisador das redes sociais e autor do livro “A ciência do Marketing”, descobriu que fotos com pessoas ganham 35% mais likes do que fotos sem ninguém. Embora isso possa variar de segmento para segmento, vale a pena fazer o teste!

Stories e Reels

Os Stories e Reels são formatos que muitas marcas ainda não começaram a explorar, por isso, existe oportunidades bem interessantes. É evidente que há uma disputa das marcas pela timeline do consumidor, por isso, esses formatos são uma forma de alcançar mais pessoas.

Call to action

Por falar em incentivar novas conversas, os posts não deveriam ir ao ar somente para cumprir tabela. A ideia é que você utilize call to action, ou seja, uma chamada para a ação, que é basicamente uma ordem para que seus seguidores façam algo. Por exemplo, peça para os usuários curtirem, comentarem, compartilharem ou salvarem seu post.

Veja abaixo um exemplo de post da Octadesk com call to action:


Como ganhar seguidores no Instagram

Você não ira ganhar seguidores no Instagram se apenas criar a conta e ficar esperando que eles sigam sua empresa. É preciso muito empenho, alguns conhecimentos e muita consistência.

Use hashtags

O famoso jogo da velha (#) são símbolos utilizados para ajudar os usuários a descobrirem novos posts de um assunto específico. O Instagram permite o uso de até 30 hashtags por post, porém, vale o bom senso. Se abusar das hashtags, os usuários vão perceber que o seu objetivo é apenas engajar e não oferecer conteúdo de qualidade.

Use a quantidade necessária e que tenha a ver com a imagem ou vídeo postado. Você já viu aquelas pessoas que postam #compre #agora #para #aproveitar #a #promocao? Esse tipo de apelo não quer dizer nada porque quem é a pessoa que pesquisaria a hashtag “agora”? Se preferir, use ferramentas para criar hashtags.

Siga outras contas no Instagram

Não basta apenas querer ganhar seguidores. É preciso ter seguidores também. Para isso, é importante que você siga outras contas influentes relacionadas ao seu mercado de atuação. Isso não significa que você deve exatamente seguir a concorrência, mas que siga perfis que estão ligados ao seu público.

Além disso, é interessante seguir os perfis dos usuários que costumam interagir com sua página. Assim, os usuários vão notar que sua marca se importa com pessoas. Todas essas ações são úteis porque vai ajudar a empresa a se atualizar e entender um pouco do comportamento dos usuários.

Interaja com seu público

Você já deve ter visto determinadas páginas onde os usuários comentam “Primeiro a comentar”, “me nota”. Isso não acontece apenas nos perfis de pessoas famosas, mas também nos perfis de marcas. Por que isso acontece? Algumas marcas são muito amadas pelo público, então, criar engajamento é essencial para tornar a marca humana.

Ou seja, curtir fotos onde a marca é citada, comentar posts dos usuários e até mesmo repostar o conteúdo são formas de estabelecer diálogo, resultando em cada vez mais seguidores para a página.

Foque na consistência

A consistência não pode ser deixada de lado. O que isso quer dizer? Você não deve postar, comentar e interagir apenas de vez em quando. Isso precisa ser recorrente, caso contrário, você perderá a atenção do usuário com outras postagens com as quais ele mais interage.

Pense no seguinte. Se você posta uma vez por semana e outra marca – qualquer que seja – posta 3 vezes, a chance do usuário visualizar o outro é muito maior.

Outro valor relevante é o momento da postagem, ou como a gente costuma dizer, o timming. O algoritmo do Instagram tem como base distribuir o conteúdo de acordo com a relevância. Por isso, se você aproveitar os momentos onde há maior pico de uso da rede, pode aparecer na timeline dos seus usuários no momento exato.

Obviamente não posso dizer: “poste apenas na hora do almoço” porque estaria mentindo pra você. O ideal é fazer uma análise aprofundada dos horários em que há maior interação do seu público. Por que estou dizendo isso?

O Instagram tem alguns picos de acesso no horário de almoço e no final da tarde. No entanto, não tome essa informação como verdade absoluta para o seu perfil também. Preste bastante atenção nos números de acessos que sua página tem, eles não costumam falhar!

Curta os conteúdos de outros perfis

Quando você curte os perfis de outros usuários que se interessam pelo seu universo, a empresa automaticamente ganha mais visibilidade. Dessa forma, eles tendem a curtir suas postagens e seguir o perfil.

Esse experimento foi feito por Neil Patel, guru de Marketing Digital. A cada 100 curtidas que ele dava em outros perfis, ganhou 21.7 mais curtidas em seus conteúdos e 6.1 novos seguidores. Interessante, não?

Divulgue sua conta

Um erro muito comum é divulgar o perfil do Instagram apenas dentro do ecossistema do Instagram. Um dos meios de fazer com que o perfil cresça, é através de outros canais como, por exemplo, e-mail marketing, outras redes sociais, e-books e até mesmo materiais físicos.

Mapeie suas fotos

Adicionar a localização no seu vídeo/foto vai ajudar usuários da sua região a encontrarem sua empresa mais facilmente. Claro, essa é uma boa estratégia se a empresa vende produtos em uma loja física.

Use palavras-chave relacionadas ao negócio

Assim como conteúdos de site e blog devem conter palavras-chave relevantes, o Instagram também deve ser pensado desta maneira. E como pensar nessas palavras?

Você pode utilizar a ferramenta gratuita Ubersuggest, que mostra quais são as palavras-chave que levaram os usuários ao seu site. Dessa maneira, seus conteúdos serão pautados nessas palavras, afinal, segundo pesquisa do Opinion Box, 81% dos usuários usam a plataforma para buscar produtos e serviços.

Quais ferramentas usar para Marketing no Instagram

À primeira vista, o Instagram pode parecer uma ferramenta simples. E de fato é, porém, quando você pensa em todas as possibilidades de conteúdo, as coisas vão ficando mais complexas. Por isso, existem ferramentas que a serem usadas em conjunto. Dessa forma, você tem mais organização e produtividade.

* A Octadesk não tem parceria com os aplicativos citados, portanto, não se responsabiliza pelo funcionamento dos mesmos no momento de sua utilização.

Repost

Hoje só é possível repostar um conteúdo da timeline nos Stories. Por isso, o aplicativo chamado Repost é bem útil no compartilhamento de fotos e vídeos na sua timeline.

Quando o Repost é utilizado, tanto a imagem/vídeo quanto o texto é compartilhado. Aqui é importante lembrar que é necessário ter o consentimento do usuário para repostar o conteúdo dele em sua página.

Iconosquare

O Iconosquare é uma ferramenta de análise, gerenciamento e programação de posts. Os preços podem ser relativamente altos, mas eles disponibilizam algumas ferramentas grátis no site.

Hootsuite

O Hootsuite é uma das ferramentas mais famosas para gerenciamento de redes sociais. Com ela é possível agendar publicações, monitorar comentários e menções dos usuários. Além disso, acompanhar métricas e crescimento da página da empresa no Instagram.

Atualmente existe uma versão gratuita que oferece o acesso a 1 usuário administrador e agendamento de posts limitado.

All-Hastag

O All-Hashtag tem como objetivo ajudar você a criar hashtags mais eficientes. Ele mostra as hashtags do momento e cria uma coletânea delas baseada em alguma palavra-chave inserida por você. Além de criar hashtags, o site promete analisar quais são as melhores na categoria e medir a popularidade em comparação com as demais.

Canva

O Canva é uma das queridinhas principalmente de empresas que não têm uma equipe dedicada a criação de peças gráficas.

Se trata de uma plataforma com modelos pré-definidos de artes para redes sociais, e-mails, sites, apresentação de slides e afins. Há modelos gratuitos e pagos, mas dá pra aproveitar muita coisa legal por lá.

Como vender no Instagram

Depois de preparar o perfil, explorar oportunidades, criar conteúdo e entender como ganhar seguidores, chegou a vez de descobrir como vender no Instagram. Afinal, seguindo as dicas que você viu até aqui, preparou sua empresa para esse momento.

1. Crie uma loja virtual no Facebook

Para criar uma loja virtual no Instagram, é necessário criar uma no Facebook. Mas por quê? Porque tanto o Facebook quanto o Instagram pertencem a mesma empresa, então, os sistemas estão integrados entre eles. Sendo assim, quando as pessoas clicarem, irão para o Facebook ou para o seu site.

Primeiro de tudo, você precisa se atentar aos seguintes pontos:

  • a loja precisa vender produtos, e não serviços;
  • a loja precisa cumprir as políticas comerciais do Instagram;
  • a conta precisa ser comercial, subcategoria loja;
  • a conta precisa estar conectada a uma página do Facebook.

Depois, inicie a criação da loja virtual:

I. Configurar uma conta Business. Clique no Gerenciador de negócios do Facebook

II. No Gerenciador de negócios clique em “Gerenciador de Comércio”

III. Clique no botão “Criar novo catálogo” e selecione o tipo que você irá usar

IV. Clique na opção de integrar o catálogo do seu site (se for parceira do Faceb00k: Shopifiy, BigCommerce, Magento ou WooCommerce). Você também pode utilizar uma planilha do Google para isso.

V. Cadastre o catálogo para liberar compras pelo Instagram. Essa ação é feita dentro do Gerenciador de anúncios do Facebook.

  • Clique nos pontinhos do lado esquerdo e selecione “Gerenciador de comércio”.
  • Em “Catálogos”, clique em “Adicionar catálogo”, depois selecione a opção “Comércio eletrônico”.
  • Carregue as informações dos produtos e clique em criar.
  • Clique em “Ver catálogo”
  • Vá para a opção “Adicione itens em massa” para subir vários itens ou avance e selecione “Feed programado”
  • Avance e insira a URL de catálogo de produtos
  • Prossiga e adicione um nome para o seu catálogo
  • Mude a moeda para BRL (real brasileiro)
  • Prontinho, seu catálogo está criado! Não esqueça de caprichar nas fotos e descrições dos produtos.

Depois é só aguardar a aprovação do Facebook. Lembrando que essa ação não é permitida para infoprodutos, bebidas alcoólicas, entre outros.

O Instagram Shopping também é utilizado por pequenos empreendedores que não utilizam site. Em vez de colocar um link para o usuário ir até o site, é possível colocar um botão de checkout, de modo que o usuário finalize a compra ali mesmo.

2. Aproveite oportunidades de vendas nos comentários

Vale lembrar que nem sempre os usuários mandam perguntas pelo DM (direct message, a famosa caixa de entrada). Um dos locais onde você deve prestar atenção é nos comentários porque a oportunidade de vender também pode estar lá.

3. Ofereça atendimentos rápidos

Geralmente, os usuários correm até as redes sociais porque sabem que serão atendidos. Então, é importante que alguém esteja cuidando deste importante canal, visto que você está competindo não somente com concorrentes diretos, mas com indiretos também.

De acordo com a CX Trends 2020, pesquisa da Octadesk realizada em conjunto com o Opinion Box, 35% dos consumidores estão dispostos a esperar apenas 10 minutos para ser atendido antes de uma venda e 33% consideram que uma hora seja o tempo máximo ideal de espera.

Ou seja, além dos atendimentos rápidos contribuírem para a experiência do cliente, eles são responsável por diminuir seu ciclo de vendas. Portanto, tanto o cliente quanto a empresa saem ganhando.

4. Use influencers

O Marketing de influência é muito forte quando o assunto é venda no Instagram. Agora já é possível que os influencers utilizem etiquetas de produtos em seus posts, de forma que os usuários sejam direcionados para a compra dos produtos.

Se você não saber como encontrar influenciadores para sua marca, dê uma olhadinha no artigo da Rock Content “9 ferramentas para encontrar influenciadores digitais“.

Existe a possibilidade de utilizar microinfluenciadores, que são pessoas com 10 a 100 mil seguidores em seu perfis. Além de terem preços mais baixos, eles conseguem ser muito mais próximos do público, ou seja, conseguem influenciar de forma muito mais orgânica do que um megainfluenciador, por exemplo.

5. Automatize seu atendimento no Instagram

Se conectado com outros sistemas, o Instagram se torna uma ferramenta ainda mais poderosa de vendas. Não dá para pensar em como vender no Instagram sem entender como atender de forma eficiente no Instagram.

Pensando em ajudar você a levar seu atendimento no Instagram a outro nível, agora você poderá conversar com seus clientes e usuários do Instagram no Octadesk.

Mas por que utilizar o Instagram com um sistema de atendimento? Porque ele vai oferecer toda a agilidade, boa experiência e recursos para organizar suas vendas e atendimentos.

E o melhor de tudo: você vai ter no Instagram os mesmos recursos de atendimento existentes no WhatsApp, Messenger e chat: automações, chatbots e conexões com outros sistemas. Todas as funcionalidades foram feitas para você atender cada vez mais clientes com menos esforço.

Além disso, você vai responder às mensagens do direct message, Stories, Reels e comentários, sem perder nenhuma interação, nenhum pedido dos seus clientes!

Descubra como vender no Instagram com o Octadesk

O Instagram é de fato uma ferramenta e tanto para suas vendas. Ele tem tudo para engajar cada vez mais usuários e transformá-los em clientes.

É claro que não existe receita mágica porque cada empresa é única, cada segmento é diferente. Por isso, trouxe diversas dicas que já foram aplicadas no mercado e que podem funcionar para você. No entanto, é importante que você faça testes e analise bem o comportamento dos seus seguidores.

Dentre todas as dicas, eu quero destacar a mais importante de todas: a sua empresa precisa oferecer atendimentos rápidos por este canal. E para que isso aconteça, é questão de sobrevivência organizar esses atendimentos por meio de um sistema como o Octadesk. Você vai ver como vai conseguir resultados incríveis.

 

 

 

 

Você pode gostar também